quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Baby, you're the only light I ever saw.

"It's not a silly little moment
It's not the storm before the calm
This is the deep and dyin' breath of
This love we've been workin' on
Can't seem to hold you like I want to
So I can feel you in my arms
Nobody's gonna come and save you
We pulled too many false alarms
We're goin' down
And you can see it too
We're goin' down
And you know that we're doomed
My dear
We're slow dancing in a burnin' room." - John Mayer.

Cya.

Nem ninguém.

"Eu vou vencer, independente de você
Encarar tudo de frente e nao me encolher
A ambição já não suporta mais
Os delírios de uma mente insegura e incapaz

Na escuridão você não sabe quem sou
Ouço seu som, mas não consigo te ver

E se você
Achou melhor perder ao enfrentar e tentar vencer
Não sou eu e nem outro alguém
Que vai te livrar de ser sempre um refém.

Por quantas vezes eu já tentei
Te mostrar que você é capaz
Basta entender e confiar em você.

Suas derrotas são só o que está por vir,
Quem só lamenta, não é capaz de se erguer." - Aurora Rules.

Cya.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

(Sic)

"Não é sinal de saúde estar bem adaptado a uma sociedade doente." - Jiddu Krishnamurti.

Cya.

sábado, 16 de setembro de 2017

Verdades que não são.

"Outrora no Olimpo,
uma história de amor proibido.
Um reles mortal que só enxergava brilho
naquilo que parecia um anjo à terra caído.

Milhares de quilômetros separavam
o Inferno do Paraíso,
Os mais belos fios de ouro
tão belos quanto seus olhos, tão belos quanto seu sorriso.

Os suspiros calados ecoavam,
as mãos não te alcançavam mais,
Embora divindade, insistia em me dizer que tuas formas
não eram de deusa, nem de nada demais.

Nem nas mais belas canções,
nem nos mais belos poemas
O infinito que cabe nos teus olhos
serra minh'alma, faz dela pequena.

Infinito esse que se habitasse no meu peito
Me preencheria do fim ao começo
E que nesse curto caminho
não erraria sequer por um tropeço.

Não havia algo que fosse possível
- Oh, mortal, cumpre o que me prometeu!
E o teu medo, de que eu te abandonasse,
hoje em dia é medo meu."

Cya.

Seu amor é uma mentira que a minha vaidade quer.

"Cantando a gente inventa.
Inventa um romance, uma saudade, uma mentira...
Cantando a gente faz história.
Foi gritando que eu aprendi a cantar: sem nenhum pudor, sem pecado.
Canto para espantar os demônios, para juntar os amigos.
Para sentir o mundo, para seduzir a vida." - Cazuza.

Cya.